Portuguese English Spanish

De volta da Austrália ao Brasil!

Estive por alguns dias em Mogi das Cruzes, com a minha grande amiga Viviane Favery. Lá, pude recarregar minhas energias com momentos de verdadeira alegria.

A última etapa da CIMTB foi em plena metrópole paulistana, juntamente com a Brasil Cycle Fair. Reunida novamente com meu projeto Time Raiza Goulão, pude reencontrar minhas pequenas pupilas, Marcela Lima e Camila Assumpção, que fizeram uma incrível temporada em 2017 e deixaram todo o time cheio de orgulho.

Sobre a CIMTB... Encontramos em SP uma pista 100% nova, em pleno Jardim Botânico, com 5.3km.

A vivência deste evento, com seu público caloroso, deixou marcado todo o carinho e torcida. Agradeço, de coração, a cada um e por cada momento. Por ser uma pista nova, o terreno “batia” muito e algumas partes apresentavam uma terra fofa a qual exigia atenção redobrada dos atletas. Podemos dividir a pista em 4 zonas:

A primeira, da largada, com uma subida de terra e um pouco de cascalho, logo se tornava fluida passando pela primeira área de apoio e assim entrando na segunda zona, dentro da mata, com “singles” (trilhas) velozes, subidas curtas, árvores como obstáculos, trechos off camber; depois, passamos pela 3ª zona, que contava com a segunda área de apoio e um mergulho com uma subida íngreme, onde era preciso deixar a bike ganhar velocidade na descida e engolir a subida com o máximo de velocidade; assim, entramos na 4ª zona, que se apresentava também dentro da mata fechada com partes velozes, descidas e subidas curtas com retomadas e mais um mergulho em uma ponte e uma subida curta e íngreme.

Com um percurso com tais características, minha escolha para a prova foi a Mondraker FS ( Full). Foi um tiro certo! Minhas rodas Prototype, com pneus Maxxis Ikon 2.2 e uma calibragem de 20psi na traseira e 18psi na roda dianteira, proporcionaram perfeita aderência e tração na pista. Com a coroa oval rotor Q-ring 30 dentes, rodei muito bem e, em alguns trechos curtos e íngremes; foi de muita ajuda ao decorrer das 5 voltas.

Fiz uma boa largada e mantive um ritmo constante durante as 5 voltas. Completei a prova na primeira colocação, cruzando a linha de chegada com a energia eletrizante da plateia presente.

Agora, duas semanas de foco nos treinos. Porém, sairei um pouco da minha rotina, em busca de aumentar o volume dos treinos. Meu treinador Victor Rodrigues e minha nutricionista Elena estão dando atenção total para chegar em forma à ultramaratona Brasil Ride. Depois, a merecida semaninha de férias!

Agradeço a minha equipe, Prima Flor Mondraker Rotor Ajram Captal Racing Team, por todo suporte; agradeço também a todos os integrantes de meu projeto Time Raiza Goulão, em especial ao Flavio Magtaz e ao mecânico Tavinho, por toda a ajuda e dedicação.

Andar com fé eu vou, porque a fé não costuma falhar.

#TIMERAIZA

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.